sexta-feira, 23 de agosto de 2013

KIdnapped Coe - 1976

Frederick R. Friedel só deixou três filmes na história do cinema B americano dos anos 70. Nada incomum se lembrarmos de tantos outros malucos que só deixaram um ou dois filmes. Pequenos realizadores regionais muito distantes do cinema padrão de Hollywood,  Deve-se salientar que o diretor continua na ativa ao contrário de tantos outros esquecidos e realizou seu último filme recentemente. O que temos aqui?  Vários pontos: um precursor dos filmes de John Waters; uma exploitation sem nudez; uma love story de amor incongruente; um road movie com toques surreais e de humor negro. Jack Cannon é um  bandido comum que rapta Sandra(Leslie Rivers), uma mocinha feiosa e sem graça, quando ela saia da pensão onde morava. Os planos de resgate não vão adiante, mas os dois acabam se enrabichando. Pelas estradas do interior da Carolina o casal vai cruzando com bandidos e malucos, esquisitices de toda sorte, até o final ambíguo e aberto. O diretor singelamente declarou que optou por isso pela simples razão de que não havia mais dinheiro para as filmagens. A observação não é minha, infelizmente: se este filme fosse francês seria saudado por  muita gente  como uma obra-prima. Um bom exemplo da era de ouro da exploitation americana dos anos 70, mas curiosamente sem nenhuma cena de nudez. Imperfeições a parte, o filme se destaca pela direção vigorosa e uma fotografia  criativa. Lição de como driblar inexistência  de orçamento. O filme, felizmente ganhou boa edição em DVD nos EUA, e salvo do limbo.

2 comentários:

Fernando Terroso disse...

Fiquei curioso, vou ver se acho, pena que não tem mulher pelada... =(

Fernando Rodrigues disse...

Tá aí um filme que eu quero ver.