quarta-feira, 9 de maio de 2012

The Forgotten One - 1989

Estranhamente ignorada e esquecida esta pequena joia do cinema fantástico lançada no crepúsculo dos anos 80. Talvez por privilegiar mais a atmosfera do que o gore, que dominava e, ainda domina, o gênero terror, tenha sumido. Até consta de uma lista elaborada pelo querido Carlos Reichenbach numa lista dos melhores filmes de terror de todos os tempos que postou no seu blog “Olhos Livres”. O que sem dúvida é um poderoso argumento para lembrá-lo com mais carinho. Mas aparte a menção nessa lista nada de muito relevante, na civilização nem aqui, pude encontrar na rede. Até julguei que fosse um filme feito para a TV. Não era, felizmente. Na direção e roteiro Philip Badger, nome esquecido e que só realizou este filme e nem teve uma carreira muito longa na indústria do cinema em outros setores. No elenco dois nomes relativamente conhecidos por fanáticos da TV americana, caso dos atores Terry O’Quinn e Kristy McNichol; a outra presença importante no filme, a atriz Blair Parker, sumiu do mundo do cinema tal qual um fantasma.
E falando neles estamos diante de uma história de fantasma mais com jeito de inglesa do que americana. Casas mal assombradas, fantasmas gemendo pelos corredores escuros: temas góticos por excelência.Sem violência ou sangue escorrendo, e algumas doses adequadas de erotismo. A narrativa do filme poderia ser dividida em duas partes: A primeira mais assustadora e fantasmagórica nos clichês; a segunda, mais atmosférica e erótica. Bob, um escritor viúvo muda-se para uma casa velha e escura em Denver, Colorado, em busca de inspiração para um novo livro. Como é de praxe em casas escuras e semiabandonadas, havia um fantasma no porão. E logo a fantasma de uma mulher aparece apavorando uma cantora de boate que o escritor levara para a cama para se distrair de um fora que levou de uma vizinha. A partir daí Bob passa a ser assombrado e descobre que a inquilina indesejada fora protagonista de uma tragédia ocorrida 100 anos antes e que resultara na morte dela: depois de emparedada viva no porão cometera suicídio. Para complicar Bob descobre que tinha mesma aparência do amante da moça morta. Ou seria ele a reencarnação do amado? O fantasma passa a perseguir Bob com a intenção de levá-lo para as delícias do eterno amor. O problema é que isso implicaria em morrer, algo que ele não desejava muito. Romântico e hipnótico a trama apresenta boas soluções narrativas que mantem o espectador ligado até o final. A boa notícia sobre o filme é que ele existe para baixar no YouTube, é só digitar o nome.

7 comentários:

Amilcar Rodrigues disse...

Obrigado pelo post. Me recordo que tinha assitido este filme na band, eu acho, gostei muito e até anotei o nome dele em um caderno que eu tinha na época mas nunca tinha pensado que encontraria na rede.

Videoteca Web disse...

Mais cade o Link Para Baixar???
Interessante e ler a sinopse e ter o link para assistir

Se não tem graça!!!!

fernando fonseca disse...

eu digo na matéria que existe uma cópia no you tube: é só clicar o nome !

fernando fonseca disse...

ai vai o link:
http://www.youtube.com/watch?v=BUzPMlu_Cgo

human being disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
human being disse...

Já vi esse filme, o link não tem mais, agora só em alemão no youtube.
Filme foge mesmo de situações clichês.

Moisés de Oliveira disse...

Filme muito interessante, na mesma linha de The Changeling com Georce Scott e Melvyn Douglas e Uma História de Fantasmas também com Melvyn Douglas e Fred Astaire.
Pena que haja poucas informações sobre ele na internet.